BAIXE AQUI A 11ª EDIÇÃO GRATUITAMENTE

Baixe AQUI a 11ª edição da REVISTA CANJERÊ

Chegamos ao fim de mais um ciclo

            2018 foi um ano desafiador para as relações humanas no Brasil, principalmente no período eleitoral.  Para muitos, foi um ano acelerado e de mudanças no quesito empatia. Vivemos um tempo de extrema mudança e não podemos deixar o ódio e a raiva nos dominar porque a correria do dia a dia, aliada a esses sentimentos, nos tiram do ponto de equilíbrio.

Capa da 11ª edição

Estamos todos conectados e podemos, sim, estarmos presentes na vida de outras pessoas de forma mais humana. Precisamos disso. No passado era assim, mas desaprendemos.

A Seção Comportamento da 11ª edição da Canjerê traz uma pessoa que vai contra o ritmo mecânico e frenético da vida: Nath Sol que se porta como uma cuidadora de humano, da matéria e do espírito. Ela zela pela saúde do corpo e da alma. É disso que precisamos para não sermos consumidos pelo estresse, porta de muitas doenças.

A capa da edição é uma aula de vivência e afrofuturismo com a multiartista e pesquisadora Zaika dos Santos, especialista em resgatar a história do conhecimento surgido em África e dedicada em quebrar o silenciamento histórico que apagou os seus protagonistas.

Passamos pelo Uruguai para contar a história da rapper, b-girl e grafiteira, VikiStyle, o resultado está na Seção Entrevista.

A Canjerê é uma viagem que nos permite conectar com pessoas de várias partes do mundo.

Desejamos a você um  2019 cheio de luz!

Não vamos nos desconectar das tradições espirituais e milenares, das práticas simples de conversar com os mais velhos, atitude que nos ajuda a manter a nossa sensibilidade em alerta.

Salve os nossos ancestrais!

 

Baixe AQUI a 10ª edição da REVISTA CANJERÊ

Amigas/os, leitores e colaboradores,
chegamos à 10ª edição da Revista Canjerê!
Graças ao empenho e colaboração de muita gente, pessoas que não medem forças para registrar histórias pretas, conseguimos fortalecer o nosso propósito que é trazer pautas do Brasil e da África contadas por nós.

Nesse número, a matéria de capa traz a filósofa Djamila Ribeiro, referência na militância negra e feminista. Léa Garcia, a entrevistada da edição, fala sobre política, carreira, educação e militância. A moda da estilista Mônica Anjos é destaque da seção comportamento, a profissional trabalha a moda com identidade.

A gente também atravessou fronteiras para contar a história da criação da marca Nubian Skin da cidade de Londres, a empresa é conhecida por lançar coleções de lingeries Nude para mulheres negras. Destacamos também, a história do angolano Augusto Prata, idealizador da TV e Rádio Diamante Angola. Você também vai conhecer a fotógrafa Marcela Bonfim, a mulher que se (Re) conheceu negra na Amazônia.

Desejamos uma ótima leitura!

BAIXE AQUI A 10ª EDIÇÃO DA REVISTA CANJERÊ