Altair Alves, o empresário que usa a internet para fazer revolução no marketing contábil

Por Sandrinha Flávia – Jornalista, editora, locutora e apresentadora de eventos

Colaborar com o crescimento do empreendedorismo disponibilizando conteúdos na internet que geram crescimento e lucratividade para as micro, pequenas e médias empresas, e incentivar os empreendedores brasileiros são alguns dos objetivos do empresário Altair Alves.

Dono de duas empresas, a COMED, que fica em Palmas(TO) e atua com serviços de contabilidade e gestão para empresas da área da saúde, e a Soluzione Contábil, em São Paulo, que presta serviços de contabilidade para micro, pequenas e médias empresas em diversos segmentos.

Para além das empresas, Altair, único negro no segmento da contabilidade para empreendedores com essa projeção no Youtube, se tornou protagonista do marketing contábil no Brasil, após criar dois canais no youtube, e postar conteúdos produzidos a partir das demandas que ele percebia no dia a dia das suas empresas.  Já são mais de 1200 vídeos publicados nos canais “Gerando Empreendedores” e “Altair Alves”, ambos somam mais de 4 milhões de visualizações.

O homem por trás de todo esse sucesso não teve a vida fácil no início. Natural de São João de Meriti, estado do Rio de Janeiro, no local mais conhecido como baixada fluminense, o empresário viveu em São João até os 19 anos, quando se mudou para São Paulo em busca de oportunidade de emprego. Órfão de pai desde os 15 anos, sua mãe sempre segurou o sustento da família trabalhando como empregada doméstica. O lugar onde morava, na época, tinha poucos recursos e também não era um local inspirador.

Devido às dificuldades da vida, Altair decidiu parar de estudar. “Parei na 7ª série e voltei apenas depois dos 25 anos. Não foi fácil porque naquele momento eu estava casado e com um filho recém-nascido, mas conseguimos avançar”, destaca.

Antes de se tornar empresário, Altair teve várias profissões: passou pela construção civil como ajudante, depois foi auxiliar de restaurante e estoquista. “A boa oportunidade que seria o pontapé para tudo que tem acontecido hoje, surgiu no ano 2000 quando já havia terminado o colegial e consegui uma vaga em uma multinacional e também uma bolsa para estudar. Ingressei para trabalhar em uma empresa multinacional como quarteirizado e depois terceirizado. Após um ano, passei para a empresa principal, com isso tive a oportunidade de estudar. Fui o primeiro a trabalhar como auxiliar de depósito e a ganhar uma bolsa de estudo pela empresa para fazer o curso de administração de empresas”, informa.

Mas, após dois anos, o futuro empresário e youtuber percebeu que se formar em contabilidade seria melhor. Ele acreditava que seria um caminho mais apropriado para trabalhar por conta própria no futuro. “Percebi também que o contador poderia ser o braço direito na gestão das pequenas empresas no Brasil”, mencionou.

O caminho, até se tornar referência na internet e palestrante do ramo, foi longo. Em 2015, o empresário resolveu publicar conteúdos no site da sua empresa. As pessoas começaram a copiar, uma demonstração de que os conteúdos estavam bons. Mas ele queria mais, daí pensou que se publicasse vídeos seria mais difícil de copiarem, para além disso, existe uma estatística que prevê que até 2020, oitenta porcento da linguagem de comunicação será através do vídeo, informação decisiva para começar um novo negócio.

As dificuldades no início foram muitas. O medo do julgamento das pessoas era uma sombra, mas a vontade de ajudar o outro falou mais alto. “Eu tinha medo do julgamento das pessoas, mas, com o tempo, fui aprendendo como lidar com isso. Hoje já gravo sem medo e focado nas pessoas que precisam da informação e gostam do meu trabalho. Rejeição, mesmo que muito pequena, todos nós teremos. Aprendi que o mais importante é colaborar”, enfatiza.

Perguntado sobre a sua esposa, pois o mesmo sempre a menciona nas suas redes sociais particulares, Altair responde: “A Família é a base de tudo. Acredito que ela é uma grande parceria no meu desenvolvimento. Uma das principais incentivadoras. Fica atrás apenas da minha mãe que sempre fez o possível e impossível para que eu conseguisse avançar. Nada justifica o sucesso no empreendedorismo se com ele não vier a família e os principais amigos”, finalizou.