PRAZO PARA INSCRIÇÃO NO FESTIVAL DE TODAS AS CORES É PRORROGADO

Artistas independentes negros e/ou LGBTQIA+ agora têm até 06 de junho para se inscreverem

Gratuito, a proposta do evento é promover a equidade racial e de gênero e também realizar atividades formativas na área da música independente

Por Bruno Vieira e Bárbara Navarro

As inscrições para o Festival De Todas as Cores tiveram seu prazo prorrogado. A iniciativa, que pretende valorizar e reconhecer os talentos de Itaúna e do Centro-Oeste de Minas Gerais, recebe inscrições até o dia 06 de junho. Artistas independentes, negros e/ou LGBTQIA+, poderão participar do evento que conta com premiações em dinheiro, atividades formativas para os artistas selecionados e a promoção de debates sobre diversidade, equidade de gênero e de raça.

Viabilizado pela Lei Emergencial Aldir Blanc por meio da Secretaria de Cultura e Turismo de Minas Gerais, o festival tem inscrições gratuitas que devem ser realizadas exclusivamente através de preenchimento de um formulário online, acessível no site www.moisespescador.com/todas-as-cores. Mais detalhes no regulamento do Festival, disponível acessando este link: http://bit.ly/FestivalDeTodasAsCoresRegulamento. Por causa da pandemia de COVID-19, o evento será realizado integralmente na internet.

O Festival será realizado em três etapas: na primeira, serão premiados 40 artistas entre os inscritos – serão escolhidos pelo menos 20 talentos de Itaúna e no mínimo 20 artistas que sejam LGBTQIA+. A seleção, de 07 de junho a 02 de julho, será realizada por uma comissão independente, composta por artistas LGBTQIA+ e produtores culturais itaunenses, que escolherão os 40 melhores vídeos seguindo os critérios acima.

Os artistas que forem escolhidos participarão, na última semana de junho, de atividades formativas relacionadas ao campo da música independente, como Marketing Digital, Estratégias de Formação de Públicos e Gestão de Carreira. Além disso, os escolhidos levam um prêmio em dinheiro de R$500.

A segunda fase, de 03 a 09 de julho, irá medir o envolvimento dos respectivos públicos dos artistas. Os 10 vídeos que tiverem maior engajamento no Youtube (segundo as regras do edital) seguirão para a etapa final: uma votação popular nos dias 11 e 12 de julho para escolher os três melhores, que receberão prêmios em dinheiro. No total, serão quase R$30 mil investidos em prêmios para os artistas.

Mais informações sobre o evento podem ser conferidas no link www.moisespescador.com/todas-as-cores.

Iniciativa

O Festival de Todas as Cores é uma iniciativa do artista e empreendedor social Moisés Pescador. Natural de Itaúna, cidade do Centro-Oeste mineiro, Moisés é cantautor afro-indígena, músico autodidata, cantor e compositor, reside em Belo Horizonte desde 2005 e vive ora no interior, ora na capital. Apaixonado por artes e cultura popular, o artista conhece o tradicional bairro da Lagoinha em BH e se encanta com o berço cultural de Belo Horizonte.

É neste cenário que sua vida artística toma um novo rumo e se desenrola sua jornada em busca da ancestralidade. Em 2014 e 2015, Moisés se apresentou no Festival Raízes Negras realizado na UFMG, e em 2016 participou do III Encontro de Compositores Dona Jandira e foi premiado no Festival de Música da Reforma Agrária, em que o tema do festival reforça seu posicionamento: “Da Luta Brotam Vozes de Liberdade”. Em 2017, realizou o show Salve Orixás no Teatro Marília.

Em setembro de 2018, ele realizou o espetáculo “Moisés Pescador Toma Bença” também no teatro Marília, no intuito de seguir sua missão e cantar a história da Lagoinha. O artista vem se apresentando em festivais de arte e cultura como o CURA Lagoinha, o VI Festival Descontorno Cultural e o Festival de Arte Negra 2019. Sua missão é “compartilhar vivências, educar pelo amor e saudar a ancestralidade através da música”.