Prêmio Camões

A escritora moçambicana Paulina Chiziane é a primeira mulher africana a ganhar o Prêmio Camões, em 2021. Reconhecido como a mais importante premiação literária da língua portuguesa, ele contempla anualmente autores da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa – CPLP, pelo conjunto de sua obra. A comissão julgadora é composta por representantes do Brasil, de Portugal e de países africanos de língua oficial portuguesa. A autora moçambicana é reconhecida como uma das pioneiras na literatura em seu país. Seu livro “Balada de amor ao vento”, de 1990, é tido como o primeiro romance publicado por uma mulher no país. “Niketche: Uma História de Poligamia” é seu título mais conhecido, e considerado um clássico da literatura em português, com edição publicada recentemente pela Cia. das Letras.  Sua obra também contém exemplares de contos e ensaios, como “As Andorinhas” e “Tenta!”, publicado pela editora mineira Nandyala, e “O Alegre Canto da Perdiz”, pela Dublinense.

Foto: Paulina Chiziane – Crédito Otávio de Souza